Qual o melhor fast-food do Brasil?

Praça de alimentação cheia, gente indo de um lado para o outro. O que escolher? São tantas opções, qual seria o melhor fast-food do Brasil? Cada um tem seu diferencial, mas tem alguns que são simplesmente melhores do que os outros, não é mesmo?

O brasileiro típico come cada vez mais em fast-food, mas as redes ainda operam apenas 10% dos restaurantes por aqui. Em países desenvolvidos, como os Estados Unidos, esse número chega a ser de 60%! Ou seja, a gente ainda vai ver os restaurantes se expandirem bastante. Algumas redes entraram no Brasil recentemente, como Wendy’s e Popeye’s, e outras estão para entrar nos próximos anos.

Para entender um pouco mais sobre o assunto, nós vamos falar um pouquinho de cada um das 13 principais redes do nosso país para decidir qual deles é o melhor fast-food do Brasil! Vamos analisar sabor, disponibilidade, preço e o fator “família”, que é a possibilidade de você ir com crianças e tudo dar certo. Vamos lá:

Big Mac
Big Mac

McDonald’s

O primeiro fast-food que vamos falar aqui é do McDonald’s, o mais conhecido de todos. Com quase 1.000 restaurantes no Brasil, ela é a que, de longe, tem maior presença por aqui e extremamente tradicional. Seu lanche mais significativo – e também o melhor -, o Big Mac, é conhecido por toda a população brasileira e famoso por ser um dos mais gostosos de todos os fast-foods.

Além disso, muitas crianças sonham em comer no McDonald’s, uma espécie de passeio favorito do final de semana. Inclusive, a rede tem os melhores brinquedos de brinde no McLanche Feliz (já vi muito marmanjo comprando o brinquedinho avulso, principalmente quando era a coleção do Mario). Soma-se a isso aquela batata frita crocante e aquele copo de Coca-Cola geladinha e você tem uma combinação matadora. Em outras palavras, foi muito bem em sabor, disponibilidade e fator família. O preço também é aceitável, mas não é o fast-food mais barato do mercado – embora também não seja o mais caro.

melhor lanche burger king
Whopper Duplo

Burger King

Aqui temos a “versão crescida” do McDonald’s. O que eu quero dizer com isso? Que o Burger King se esforça para ter os lanches mais “suculentos” possíveis, com verdadeiras monstruosidades (e explosão de sabores). Quer dizer que o lanche é melhor do que os do McDonald’s – como nosso comparativo mostra -, mas todo o resto, como batata frita e refrigerante (que é Pepsi) é um pouco inferior. Dá para levar criança numa boa, mas no fundo é uma experiência muito mais adulta que o seu maior rival.

Vale muito a pena para aquele dia que você quer comer algo grande e gostoso – aquela fome gigante. Com 700 lojas no Brasil já e um crescimento espetacular nos últimos anos, o Burger King é talvez a rede mais próxima em termos de disponibilidade que existe perto do McDonald’s. Neste comparativo, o BK vai muito bem em sabor, disponibilidade e fator família, embora um pouco abaixo do McDonald’s em todos esses quesitos. O preço também é decente, mas novamente não é nenhum diferencial.

Bob’s

A não ser que você seja carioca, provavelmente vai achar o Bob’s inferior tanto ao McDonald’s quanto ao BK. Os lanches, de maneira geral, são bem inferiores e, por conta disso, o sucesso da rede é bem menor que seus concorrentes (afinal, é até comum ver os FUNCIONÁRIOS do Bob’s na fila dos outros fast-foods). O que chama a atenção lá é que a batata frita é muito boa (embora o Nuggets seja bem inferior) e algumas lojas possuem refil de Coca-Cola, o que é sempre bom (principalmente no calor diabólico do Rio de Janeiro, não é mesmo?).

O grande diferencial do Bob’s são os famosos milk-shakes, principalmente o de Ovomaltine (cuja marca eles não podem usar mais). Fica atrás dos rivais em sabor (exceto nas sobremesas), fator família e disponibilidade (exceto no Rio de Janeiro, onde tem mais Bob’s que qualquer outro). O preço é levemente melhor que McDonald’s e Bob’s.

Giraffas

A não ser que você seja louco, provavelmente vai achar o Giraffas inferior tanto ao McDonald’s, BK e Bob’s. O Giraffas perde em todos os aspectos para seus rivais, mas o diferencial é ter pratos com arroz e feijão! E mesmo eles são piores que outras escolhas possíveis na praça de alimentação, como Grillettos e Montana (ou qualquer outra coisa que tenha ali, sério). Não vejo nenhum diferencial no Giraffas, embora ele seja bastante simpático para crianças e tenha preços decentes. Em termos de sabor e disponibilidade, bastante abaixo de seus rivais. Só vou se for o último caso.

Habib’s

Toda vez que eu vou no Habib’s, eu sempre me pergunto: como é possível ser tão barato? A rede está de parabéns pelos seus preços, que superam os concorrentes facilmente. Você paga menos de 1 real por Esfiha e consegue fazer uma refeição completa por menos de R$ 10. E olha que a qualidade do Habib’s não é lá embaixo não! Pelo contrário, é bem bom!

O cardápio é super amplo e você encontra também pizzas e hambúrgueres no Habib’s, mas apenas a comida árabe é extremamente barata e gostosa. Tem muitos restaurantes Habib’s no Brasil, mas ainda são poucas as unidades express (que é o fast-food), mas elas são tão atraentes pelo preço que estão sempre lotadas. O Habib’s leva notas altas em todos os quesitos (sabor, disponibilidade e fator família), mas leva maior nota possível em preço. É a comida de quando você estiver completamente sem dinheiro. Vale muito a pena!

KFC

Os fast-foods de frango frito entraram no Brasil nos últimos anos e estão tendo bastante sucesso até agora. O “original” é o KFC, a sigla de Kentucky Fried Chicken, que continua sendo o mais conhecido aqui. Ele deu uma “abrasileirada” (tem até arroz e feijão), mas continua com o frango frito famoso nos Estados Unidos (embora lá a rede seja um pouco melhor), bem crocante (você pode escolher entre duas versões, a Secreta e a Crocante, prefira a Secreta). Você pode consumir tanto o frango em pedaços, “tirinhas” ou em sanduíches – pessoalmente, prefiro ele em tirinhas, que podem ser adquiridos em baldes que alimentam de 2 a 8 pessoas. É muito gostoso e sai bem barato, mas é mais para o dia-a-dia do que para levar as crianças no final de semana. Um dos problemas é a baixa quantidade de lojas que existem aqui no Brasil.

Popeyes

Com planos agressivos para abrir 300 lojas nos próximos anos, o Popeyes é outra rede de frango frito. A disponibilidade ainda é baixíssima, mas estamos incluindo na discussão aqui por conta da promessa de chegar em todos os cantos em breve! Muito parecido com o KFC, a diferença está em como o frango é empanado. Ele é um pouco mais caro, um pouco mais gostoso e muito mais difícil de achar que o KFC, sendo que eles empatam no “fator família”. Em suma, são equivalentes.

Pizza Hut
Pizza Hut

Pizza Hut

A Pizza Hut é possivelmente a rede de pizzas mais famosa que existe no Brasil. São pizza’s muito gostosas, feitas no estilo americano, com destaque para a pizza de Pepperoni (super americana, ela). Nas praças de alimentação, você vai ver a versão “Express” da loja, que vende um combo de 1 pedaço de pizza + 1 entrada (breadsticks ou batata sorriso) e refrigerante por um valor de R$ 16 a R$ 20, a depender do sabor da pizza e do tamanho do seu refrigerante. É um preço muito bom para uma refeição bem completa. Além disso, na loja “inteira” é bem bacana levar as crianças (sobretudo quando é rodízio de pizza, elas adoram), então a Pizza Hut leva bons pontos no fator família também. Contudo, a disponibilidade poderia ser melhor (mesmo considerando que é a maior rede de pizzarias) para conseguir um lugar mais alto no ranking.

Domino’s

Adversária da Pizza Hut, a Domino’s é muito mais focada no delivery do que na experiência das lojas. A pizza é gostosa e é um bom preço, considerando que ela alimenta de 2 (pizza média) a 6 pessoas (pizza gigante). Novamente, é uma pizza com cara e gosto de americana, sendo que a de Pepperoni é a mais famosa da casa. É uma excelente experiência no Delivery, mas deixa a desejar na loja. Fica abaixo da Pizza Hut em todas as categorias, mas é uma boa opção para pedir em casa.

Subway

O Subway é uma das opções mais conhecidas e interessantes da lista de fast-foods do Brasil. A facilidade de montar um fez com que a disponibilidade de Subways crescesse no Brasil e no mundo – tanto que várias cidades pequenas que não possuem nenhuma outra opção possuem um restaurante desse. O funcionamento é bastante simples, você pede um lanche de 15 ou 30 centímetros e vai optando pelos recheios possíveis (como filé de frango, carne de boi, frango teriyaki, atum…), pelo tipo de queijo e qual as verduras e molhos você quer no lanche.

Ou seja, é possível fazer um lanche exatamente do jeito que você quiser. A cada dia, um dos recheios terá um desconto muito interessante, o que deverá fazer o lanche ficar bem mais barato. É gostoso, pode ser bastante barato (mas não do nível Habib’s) e tem em todo canto. Só não leva uma nota alta no fator família, já que as lojas são feitas e pouco convidativas para levar a criança. É uma boa opção para o dia-a-dia, um lanche mais tranquilo no começo da noite para servir de janta.

Taco Bell

Outra rede que pretende crescer bastante, a Taco Bell é especializada em comida mexicana, principalmente Tacos. Os preços são bons (os principais combos variam de R$ 19,90 até R$ 29,90) e a comida é gostosa. A disponibilidade ainda é bastante reduzida e eu não conheço nenhuma criança fora do México que sonha em comer Tacos no lugar de um hamburger.

China in Box

Sofrendo do mesmo mal que o Taco Bell, o China in Box tem excelentes opções baratas e gostosas, mas de comida chinesa (jura?). Os preços também são muito bons e a empresa também tem um foco grande na experiência do delivery. Palmas para o famosos bolinho primavera, frango xadrez e até pro frango a passarinho da rede. Leva uma boa nota em sabor e em preço, mas disponibilidade e fator família poderiam ser melhores.

Spoleto

Para o fim, guardamos uma das melhores opções de fast-food que existe no Brasil, o famoso Spoleto. É até estranho de olhar comida italiana como fast-food, mas a empresa conseguiu. O funcionamento da rede é bem simples: você entra na fila, pede o seu macarrão, escolhe o molho e os acompanhamentos (a maioria das pessoas trava nessa parte, mas tudo bem, bola para frente!).

O funcionário do Spoleto faz teu macarrão com isso na sua frente, em um processo que dura poucos minutos – e você logo leva sua massa para poder comer quentinha. Não é a melhor massa do mundo, obviamente, mas fica bastante gostosa. O preço fica bem interessante, saindo por no máximo R$ 32 se você pedir a maior porção, com o molho mais caro e bebida no final. A rede também é bastante presente no Brasil e o fator família existe também, afinal, que criança não gosta de uma boa macarronada?

Conclusão: MCDONALD’S É O MELHOR FAST-FOOD DO BRASIL

Deu o óbvio! Em uma disputa acirrada contra duas redes brasileiras (Habib’s e Spoleto), foi o americano McDonald’s que ganhou, muito por conta da força inacreditável que a marca possui. O fato é que existem fast-foods para todos os gostos e certamente você vai ter um favorito, ou um mais adequado para cada ocasião. Mas entre todas as opções, eu escolhi uma, que é a empresa dos Arcos Dourados.

Com sanduíches muito gostosos (e uma linha Signature que está cada vez melhor), uma atratividade bacana e um preço que não é abusivo, o McDonald’s é a escolha que eu faria se pudesse ir apenas em um fast-food (em qualquer lugar viu? O padrão de qualidade do McDonald’s faz ele ser rigorosamente igual em todos os lugares). O Habib’s, porém, seria minha escolha se eu quisesse economizar dinheiro e o Spoleto seria a escolha para o dia-a-dia. Qual o seu favorito? Deixe aí nos comentários!