Qual notebook comprar? Aprenda a escolher o melhor e mais barato

Comprar um notebook não é coisa fácil, afinal, são milhares de opções. A maioria dos consumidores, porém, não faz IDEIA do que precisa para que o computador comprado seja bom para os objetivos que eles querem atingir – é comum comprarmos um de baixo desempenho que não atende nossas expectativas, ou gastarmos muito mais dinheiro que o necessário e comprar um cujo potencial não é aproveitado.

Por isso, preparamos um guia que explica detalhadamente o que você precisa entender para comprar o notebook perfeito para o que você quiser – escolhendo por si só, entre as opções que existem no mercado. Continue lendo e boa sorte na hora de comprar o seu computador!

Onde comprar?

Vamos começar pelo mais básico de tudo: onde você deve comprar seu notebook? Eu, pessoalmente, compro pela internet, através da Amazon, pelo fato de ser um site com preço baixos, promoções constantes e muito confiável. Além disso, a empresa é conhecida por ter uma infinidade de opções, que podem tanto ser vendidos por ela mesmo quanto por terceiros, em um processo chamado “marketplace”.

É muito importante que empresas confiáveis são o melhor lugar para comprar algo tão sensível e caro quanto um notebook. Se você tiver qualquer problema, é ideal que você tenha o maior suporte possível para garantir que tudo seja resolvido da maneira mais fácil possível. Uma loja física geralmente tem limitações sobre o que ela pode fazer, enquanto a Amazon costuma ir até as últimas consequências para garantir que você seja bem atendido.

Perfis diferentes

Agora, vamos entender que existe uma diferença muito grande no que você vai fazer com o seu notebook, e isso muda muito a sua necessidade de certas peças ou não – e não entender o que isso faz fará com que você pague muito, mas muito mais em um note. Além disso, pode ser que você pegue um PC pior do que você precisa por pagar mais caro em algum outro componente que não lhe era necessário.

Dividimos aqui os notebooks em algumas categorias: trabalho, estudo, trabalho com gráficos e gamers. Cada um deles abarca questões específicas que você precisa ter em mente no momento da aquisição. Algumas das categorias, o ideal não seria nem ter um notebook – um PC desktop poderia ser uma opção muito mais barata e interessante. Vamos tratar de tudo adiante.

Principais componentes

Para começar a entender qual é o melhor notebook para você comprar, vamos entender componente por componente, e quem precisa de cada um deles “forte”. De maneira bem simples, separei QUATRO componentes chave: processador, memória RAM, HD (SSD) e placa de vídeo. São eles que você precisa prestar atenção na hora de escolher o seu notebook.

Inclusive, são eles que são destacados pelos vendedores na hora de realizar a compra – ou seja, fica muito fácil identificá-los e tomar a decisão correta sabendo o que cada um faz. Há outros fatores também que você deve avaliar para demandas específicas, como peso e duração da bateria, que destacaremos adiante também.

Para que serve o processador?

O principal componente de qualquer computador é o processador. É ele quem executa as funções de todos os programas abertos por você, garantindo o funcionamento de tudo. Ou seja, quanto mais potente for o processador, melhor para qualquer usuário. Contudo, é importante avaliar que para alguns perfis, é mais importante ter um processador super poderoso que outras – quem estuda raramente necessita de processadores super rápidos, mas quem usa para jogar jogos precisa do mais poderoso possível.

Um ponto relevante sobre processadores é que eles possuem uma velocidade (medida em gHZ) e quantidade diferentes de núcleos – podendo ser 3, 5, 7 ou 9 (estes super caros e raros no mercado nacional). Quanto mais núcleos, mais rápido é o seu processador. Fique de olho também na questão da geração, já que os mais novos possuem performance superior aos mais antigos.

Para que serve a memória RAM?

Uma das peças mais “esquecidas” de um computador – e ao mesmo tempo mais importantes – é a memória RAM. Ela é basicamente a memória instantânea que seu computador consegue acessar. Quanto maior, melhor vai ser seu desempenho em aplicações muito pesadas: jogos, programas gráficos ou até mesmo planilhas de Excel com muitos dados.

Portanto, uma maior quantidade de memória RAM é indicada para gamers e para quem vai trabalhar com coisas pesadas – elas podem vir em 2, 4, 8, 16 e 32 GB. A mais comum de todas as memórias é a DDR4, que é a mais moderna e mais rápida de todas e que você provavelmente comprará, independente do motivo pelo qual você quer comprar um computador.

Para que serve o HD?

O HD é provavelmente a peça mais conhecida do computador, muito embora ela seja a que menos impacta no desempenho da máquina. A verdade é que o HD, como conhecemos, está cada vez mais obsoleto – sendo trocado por outras duas tecnologias: SSD e a nuvem. Claro que tem muita gente que depende de um HD parrudo, mas vamos explicar o que você pode fazer.

Primeiro, quanto mais rápida a velocidade de gravação de um HD, melhor. Só que elas tendem a ser muito parecidas, exceto quando se fala de SSD – que tem velocidade muito maior e apresenta muito menos problemas. Se você trabalha com arquivos pequenos, provável que não precise de HD, apenas salvar seus arquivos na nuvem (a da Microsoft é ótima e super barata) e manter uma conexão de internet confiável.

Quem precisa de um HD grande é quem trabalha com vídeo ou joga no PC – e mesmo assim, estes podem usar um computador com SSD numa boa, apenas manter um HD externo para salvarem suas coisas, conseguindo um grande ganho de desempenho por manter o sistema instalado no SSD. Há opções com SSDs mais parrudos, mas estas acabam ficando muito, mas muito caras.

Para que serve uma placa de vídeo?

A última peça que vamos discutir aqui é a placa de vídeo, importante para quem vai realizar duas tarefas no PC: games e trabalho gráfico. Se você tem outra inspiração que não seja uma dessas duas, nem precisa se preocupar. Como você está comprando um notebook, provavelmente a placa de vídeo será integrada e, na maioria dos casos, muito fraca.

Portanto, se você tem interesse em ter uma placa de vídeo mais forte, precisa NECESSARIAMENTE ficar muito atento com essa questão. Sem uma placa poderosa, nem adianta tentar querer fazer uma das duas coisas – simplesmente não vai ter poder suficiente no seu computador para tal. Para esses dois grupos, a placa de vídeo é a questão mais importante de toda a máquina.

Uma questão é que talvez lhe seja mais útil comprar um desktop, que vai sair por uma fração do preço e garantir muito mais potência. Contudo, você deverá perder a mobilidade que um notebook lhe oferece – e portanto, essa não é uma troca tão simples assim de fazer, sendo uma decisão muito pessoal no final das contas. Eu tenho um desktop e minha esposa um notebook – e quando eu preciso da mobilidade, apenas uso o notebook dela. Pode ser um caminho para você também, principalmente se espaço físico não for um problema.

Qual notebook comprar para estudar?

Talvez o computador mais básico que exista é o para estudar – este não precisa de muito, podendo ser fraco em praticamente todas as categorias. O importante para um PC deste tipo é manter um programa do Office aberto (como Word ou Excel), ou um Chrome com algumas abas abertas (incluindo aí um Google Docs) – e possivelmente arquivos PDFs.

Um PC com um processador i3 e 4 GB de RAM já seria o suficiente. Como você não tem muitas necessidades para guardar arquivos muito grandes, pode apostar em um PC com SSD para ter um desempenho melhor – e usar uma nuvem para os arquivos, como OneDrive ou Google Drive. Computadores para estudo raramente são levados para fora de casa, então não há necessidade de se preocupar com peso e bateria.

Algumas boas opções:

Qual notebook comprar para trabalho?

Um computador para trabalho pode ser um pouco mais forte que um notebook para estudar, mas também não precisa ser muito poderoso como se fosse para gamers. É interessante é que geralmente as empresas dão computador para os funcionários, e que, portanto, imagino que você esteja comprando um por ser um profissional autônomo. Neste caso, é importante que o computador tenha uma boa bateria e pese relativamente pouco.

Um i5 com 4 ou 8 GB de RAM resolve a maioria dos casos, podendo também optar por um SSD no lugar de um HD – desde que você tenha uma conexão constante com internet, isso não é um problema. Alguns anos atrás isso seria uma questão (já que fora de casa nem sempre consegue-se um wi-fi), mas você pode usar a internet do celular para rotear, algo que não é complicado. Abaixo, algumas opções:

Qual notebook comprar para gamers?

Gamers precisam ser ricos. Este é o tipo de notebook mais caro que tem: tem opções de até R$ 30.000. O fato é que um computador para gamers precisa ter TODOS os principais componentes muito bons, principalmente a placa de vídeo (que é uma coisa meio deixada de lado pelo resto). Claro que há certos exageros: você provavelmente não precisa de um i9, que seria muito mais caro para um i7 e nenhum jogo REQUER isso.

Mesmo assim, tente comprar um i7 – ou pelo menos um i5 com os outros requisitos muito bom, com uma placa de vídeo GeForce com no mínimo 4 GB. Prepare-se para pagar, no mínimo, quase R$ 4.000 (seria uma boa pechincha neste preço). Abaixo algumas boas opções, com destaque para o segundo (que consta também com um parrudo SSD).

Qual notebook comprar para trabalho gráfico?

Um computador feito para trabalhos gráficos como Photoshop precisa ser relativamente poderoso, mas não é necessariamente tão forte quanto um para jogos. Placas de vídeo mais fracas e processadores mais lentos são aceitáveis, mas busque um que tenha um número decente de memória RAM – no mínimo 8 GB.

Você provavelmente precisará de um HD externo também, se comprar um aparelho com SSD. Se você quer trabalhar com vídeos, o melhor é arranjar um computador especializado nisso, desktop mesmo – um notebook raramente tem capacidade de realizar este tipo de operação. Algumas opções que podem ser boas (repare que existe computador tido como gamer):

O que comprar junto?

Por fim, gostaria de destacar que a maioria das pessoas não compra APENAS o computador – elas precisam de acessórios, softwares, tecnologias que vão lhe ajudar a produzir mais e melhor também. Ou, no caso dos gamers, de mouses e teclados dedicados para o assunto. Além disso, há sempre os HDs externos – uma necessidade para boa parte das pessoas que trabalham com os computadores.

A compra mais essencial de todas é o pacote Office, da Microsoft. Ele é superior ao Google Apps for Work, . Praticamente todo mundo usa um programa do pacote na vida, como o Word, Excel e o Powerpoint – seja para estudo, trabalho ou mesmo para fazer contas e escrever coisas pessoais. Todo mundo sabe usar o Office e ele está cada vez melhor. Você pode comprá-lo na versão de uma licença, de seis licenças (e dividir com os amigos) ou a licença de negócios. É importante notar que tudo isso vem com 1 TB de armazenamento na nuvem, o que já vale a pena para trocar seu HD.

Falando em HD, para aqueles que precisam de um externo, a melhor opção é da Seagate. Ele vem em quatro opções: 1 GB (R$ 249) 2 GB (R$ 367), 3 GB (R$ 549) e 4 GB (R$ 558) – você pode conferir todas elas aqui. É uma marca confiável e que funciona muito bem – a principal fabricante de HDs do mundo. Vale a pena dar uma olhada nas outras também (há outras opções na Amazon), mas eu só recomendo se você tiver a sorte de pegar uma grande promoção.

Mais uma última coisa: poucas pessoas se adaptam ao teclado e mouse do notebook quando estão em casa, então eu recomendo comprar opções mais tradicionais. Tem aqueles que são bem baratinhos, como esse teclado e mouse, mas a melhor opção mesmo é o kit sem fio da Microsoft (que custa R$ 208). Agora, se você for gamer, talvez tenha que gastar um pouco mais em opções melhores – como este teclado mecânico gamer e este mouse super personalizável. Boa sorte!