Qual é a melhor areia para gatos? Venha descobrir!

É impressionante como todo mundo que adota um gato tem as mesmas dúvidas! E uma delas é sobre qual tipo de areia você pode comprar! A ideal precisa ter um custo benefício interessante, não deixar a casa toda cheirando mal e ainda por cima ser de fácil limpagem (e ajuda muito nisso você conseguir comprá-la nos locais mais fáceis, imagina se apaixonar por uma areia importada?).

Areia é uma coisa que depende muito do gosto pessoal, mas certas características sempre são melhores que outras. Eu pessoalmente tenho uma favorita que se adaptou muito melhor na minha casa do que as demais, você pode ver qual é mais para baixo do texto.

Areia é assunto sério

Areia é um assunto MUITO importante para os gatos, e gatos são conhecidos por terem o hábito de organizar e cuidar de sua própria caixa de areia, dado que são animais extremamente higiênicos, cuidando de seu canto como ninguém mais cuida. Pergunte para qualquer dono de gato e perceberá que todos eles se impressionam com o quanto os animais trabalham para manter a higiene em dia – a ponto de se lamberem quase que o tempo todo, desde que são filhotes.

Além disso, são animais muito inteligentes e metódicos, e cuidam de seus hábitos como ninguém. Para garantir o bem-estar do seu gato, cuidar da areia e da caixa de areia é uma necessidade de urgência para os donos. É mais impraticável não ter areia limpa para seus gatos fazerem suas necessidades do que ter ração no pote. E quando o gato não está feliz com a questão da areia, pode acreditar: ele vai te fazer entender isso. Para ter noção, os meus gatos fazem xixi (apenas xixi, nunca cocô) no meu lado da cama se sentem que a areia está muito suja. Vingativos? Não, apenas inteligentes.

Só que como há uma infinidade de modelos diferentes de areias e vamos tentar te indicar o melhor, ok? Vamos nessa, não tem segredo.

Por que os gatos precisam da areia?

A necessidade da areia vem desde que eles eram animais selvagens e precisavam enterrar suas fezes e xixi para esconder sua presença de predadores ou presas – fica muito mais fácil caçar quando o adversário não sabe que você está por ali. Mesmo domesticados eles não abandonaram esses hábitos, o que é sensacional, pois facilita muito o trabalho para o dono do gato!

A ideia é que fazer suas necessidades na areia (e esconder depois) faça com que o cheiro desapareça – o que é bom para você, dono de gato, pois o cheiro é MUITO forte. Existe até, no mercado, algumas opções de perfumes e anti-odores para garantir que sua casa não fique cheirando. Contudo, a areia correta pode eliminar todo o odor numa boa, sem a necessidade dessa parafernália.

Quais os tipos de areia de gato?

Os principais tipos de areia de gato que você vai encontrar no mercado são as de sílica (minha favorita), granulada, pedrosa e de madeira. A preferência varia de acordo com você, mas eu me adaptei muito melhor com a sílica do que com todas as outras. Ela consegue reter muito mais o odor e durar mais.

A granulada tem grãos pequenos e costuma ser a mais barata (mas a vantagem dela acabou aí, de resto é bem ruim). As pedrosas costumam ser feitas de minerais de boa absorção e durabilidade e conseguem reter o cheiro do xixi (mas são péssimas para reter o cheiro do cocô. Já a areia feita de madeira apresenta a vantagem de ser biodegradável, o que significa que você pode jogar na privada de pouquinho em pouquinho, e controla bem os odores comparada com a granulada.

A melhor, na minha opinião, é essa areia aqui:

Trata-se da Micro Cristal de Sílica, geralmente da marca Chalesco (tem umas outras, mas a que eu mais gosto é a Chalesco). Ela tem a vantagem da areia sílica, de melhor retenção de odores, associada com as facilidades de uma areia fina. Na hora de limpar, facilita muito poder retirar as fezes com a pá, sem necessariamente puxar areia junto – facilitando o descarte em privadas, por exemplo. Para mim, essa areia condensa as duas maiores vantagens que uma areia pode ter: retenção de odores e facilidade de descarte.

Ela é um pouco mais cara que as opções mais baratas do mercado, chegando a custar cerca de R$ 25 nos principais petshops online e em São Paulo. Contudo, ela é a garantia de uma boa tranquilidade em casa. NADA é pior que entrar em casa e descobrir que ela está cheirando a fezes e urina de gato. Inclusive, se você mora em condomínio, isso pode ser determinante para levar uma multa. Essa areia resolve esse problema, tranquilamente.

Quais cuidados tenho que ter com a caixa de areia?

Aqui, eu vou discordar profundamente de todos os especialistas. A recomendação é que você tenha uma caixa que seja 1,5 vez maior que o seu gato – e que você tenha 1 caixa de areia para cada gato, caso você tenha mais de um gato. A verdade é que você só vai saber das necessidades no seu dia a dia. Vou dar um exemplo: eu tenho 3 gatos e 1 caixa. Eu tentei ter 2 ou 3. Mas eles resolveram que só iam usar uma e pronto. Então larguei as outras duas.

A minha caixa não é muito grande e funciona – e meus gatos odiaram aquela caixa que tem uma portinha. Um amigo meu teve que comprar uma caixa grande, ou o seu gato não vai fazer na caixinha. Tem algumas coisas que são importantes: é bom que sua caixa tenha ao menos 3 dedos de altura, para permitir que eles consigam enterrar a areia.

Ah, é bacana trocar a areia de tempos em tempos, mas você também só vai saber da periodicidade no dia a dia. Com três gatos, eu troco uma vez por semana. É importante, porém deixar a caixa de areia em um lugar calmo e separado (se você tiver uma área de serviço, deixe ali). E mantenha longe dos potes de comida e de água, ou eles não vão comer nada.

Cuidar de um gato não é fácil! Por isso mesmo, vou deixar um livro que ajuda MUITO a entender as questões que você pode ter com um gato, de um especialista chamado Jackson Galaxy (aquele que tem um programa na TV a cabo sobre cuidar de gatos problemáticos e fazê-los ). Basta comprar ele na Amazon, através deste link, e o livro vai ajudar MUITO que você cuide direito do seu bichinho: