Os melhores jogos de Playstation 2

Possivelmente um dos maiores videogames de todos os tempos, o PlayStation 2, também conhecido como PS2, marcou época, inclusive se tornando um dos maiores vendidos da história, com 155 milhões de unidades ao redor do mundo. Mas quais são os melhores jogos do Playstation 2? É isso que vamos responder aqui nesta matéria para você.

Já falamos aqui de dois videogames que também marcaram época, o Super Nintendo e o Nintendo 64, ambos feitos da Nintendo. Hoje, vamos destacar os jogos do lendário PS2, o console que solidificou os jogos como são hoje, dando um aspecto de filme para a maioria deles! Vamos lá:

Guitar Hero II

Começamos por uma franquia que mudou os jogos de cara: Guitar Hero vinha com um controle em formato de guitarra e deixava você ser o guitarrista para as principais bandas de Rock e Heavy Metal do mundo, com uma escolha de músicas fantásticas. Guitar Hero II foi ainda melhor, com músicas sensacionais em sua playlist.

Todo o gameplay era fantástico: os gráficos não importavam (e não importam) neste tipo de joga e o que importa é tocar a música do melhor jeito possível e obter a maior pontuação de todas. Conseguir fazer o solo de músicas War Pigs e Free Bird no modo difícil não era para qualquer um!

O jogo trouxe o espírito dos arcades de volta para os consoles, com as pessoas correndo para fazer o melhor placar possível ao invés de seguir uma história ou uma narrativa. E isso já é o suficiente para entrar em qualquer lista de melhores da história!

Tony Hawk’s Pro Skater III

Quem tem menos de 20 anos não vai saber o quanto o “skate” foi gigante na virada do milênio, com muitas crianças loucas por isso! E o jogo que representava essa febre era o Tony Hawk’s Pro Skater. Embora os dois primeiros tenham saído para Playstation 1, o terceiro foi o auge da franquia.

Embora não tivesse o brasileiro Bob Burnquist, este jogo contava com vários skatistas famosos para você escolher, cada um com sua especialidade e fazer diversas manobras. Isso em várias pistas, que incluíam até um aeroporto e estavam muito mais detalhadas e cheias de segredos do que nos dois primeiros jogos, que foram lançados para o Playstation 1.

Novamente, este jogo representou uma bela experiência arcade para muitas gentes, com muitas pessoas fazendo milhões de pontos por partida e ignorando os objetivos principais. Era absolutamente viciante e certamente muita gente perdeu semanas jogando este jogo.

Kingdom Hearts

Toda vez que temos a união entre grandes empresas, vemos coisas inovadoras completamente fora do padrão. Foi assim que Kingdom Hearts surgiu: a união da grande produtora de jogos Square com a… Disney, para fazer um RPG sensacional com os personagens da Disney, como o Pato Donald e o Pateta. A experiência ficou fantástica, tem cara de jogo da Square e da Disney ao mesmo tempo.

Kingdom Hearts é um jogo incrível, com uma história sensacional e extremamente cativante. Você acompanha ele do começo ao fim, trocando personagens e avançando na excelente narrativa. Ao mesmo tempo que ele tem uma atmosfera de Disney, ele também consegue ter uma cara de Final Fantasy, a melhor franquia da Square – embora não seja tão boa quanto Final Fantasy X, jogo do qual vamos falar mais para frente.

Esse jogo deu origem a uma série de muito sucesso e é extremamente amado até hoje. Seu visual cartunesco fez com que ele fosse um dos que envelheceram melhor entre os grandes jogos de PS2. Vale a pena jogar.

Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty

Eu não costumo colocar dois jogos da mesma franquia, mas vou fazer uma exceção para Metal Gear Solid 2 e 3 nesta lista. Afinal, são dois jogos fantásticos, cada um com seu mérito. MGS2 é um dos primeiros grandes sucessos do PS2 e mostrar o real potencial do console. Hideo Kojima continua com a impressionante narrativa de Metal Gear Solid 1, um dos melhores jogos do Playstation original, com este jogo, uma continuação direta.

Depois do plot twist de descobrir que você não controlará o herói da saga, Solid Snake, por todo o jogo, MGS2 te leva para uma história riquíssima (e complicadíssima), cheia de personagens cativantes e muito bem construídos. Isso tudo regado a muita ação e um clima de espionagem (você pode passar o jogo inteiro sem ser visto por um inimigo) e traição sem iguais.

MGS2 é um jogo muito sólido e envolvente, mas muita gente torce o nariz por conta do personagem principal, Raiden. Ele não tem o mesmo carisma de Solid Snake, é verdade, mas nem por isso o jogo deixa de entregar uma boa experiência aos jogadores. Na verdade, Raiden é um personagem que passa a representar o próprio jogador, em uma espécie de metalinguagem proposta por Hideo Kojima.

God of War II

God of War é talvez a principal franquia exclusiva dos consoles Playstation e isso começou no PS2. Você acompanha Kratos, que se tornou deus da guerra (daí o nome, God of War) no primeiro jogo, conforme ele extermina tudo que vê na sua frente para obter sua vingança sobre Zeus. O jogo é um hack-and-slash típico que segue a mitologia grega (embora não muito fielmente) e contém várias cenas de ação, aventura e desafios a serem resolvidos em cada curva.

O jogo é conhecido por sua grandiosidade, com vários inimigos gigantescos tomando conta da tela e assumindo grandes papéis. A história é fluída, o que é raro para um jogo de ação e as habilidades especiais são diversas e interessantes.

O jogo todo é muito bem construído neste aspecto, tornando-o uma garantia de diversão. Destaca-se também os gráficos, que estão entre os melhores que o PS2 pode oferecer e por muitas vezes parecem até coisa da geração seguinte!

Considerado por muitos o melhor jogo de todo a era do Playstation 2, nesta lista ele só fica atrás de jogos que são de franquias mais estabelecidas e que vieram antes, no auge do console (God of War 2 só foi lançado em 2007, quando a Sony já havia lançado o PS3 e focava neste novo console). Vale a pena notar que ele foi remasterizado, juntamente com o God of War 1, para Playstation 3 e também está disponível nesta plataforma. É uma aposta certeira – e que gerou várias continuações muito boas e conhecidas.

Final Fantasy X

Logo no início da era PS2, a Square (na época sozinha) lançou uma de suas obras-primas: Final Fantasy X, o 10º jogo de sua grande saga de RPGs. E que jogo a empresa lançou: FFX passou toda a era PS2 como o mais sólido RPG dela e, ainda por cima, pode ser considerado um dos melhores de toda a história. Sua influência só não é maior que o FFVII, considerado o melhor de todos os tempos por muita gente.

FFX começa com você controlando Tidus, um jogador de Blitzball da metrópole de Zanarkand, prestes a jogar um grande jogo. Contudo, um grande monstro aparece logo depois e destrói a cidade. Tidus bate a cabeça e acorda em uma praia deserta, ouvindo dos locais que a sua cidade foi destruída 1.000 anos atrás.

Ele, então, parte em uma aventura junto com Luna para derrotar o grande monstro, chamado Sin, que na verdade é o espírito aprisionado de seu pai, Jetch.

O jogo tem uma história complexa e satisfatória e é bastante fluído, com muitas mudanças em relação ao sistema de combate dos jogos anteriores. Há um elenco de personagens muito interessante ao redor de Tidus, embora a personalidade dele seja um pouco sem-sal (como eram todos os protagonistas desta época).

O jogo fez tanto sucesso que foi o primeiro Final Fantasy a ter uma continuação direta: FFX-2 foi lançado em 2003 e continua a história de Luna. O jogo é grande, com mais de 20 horas, e foi relançado recentemente para PC, Nintendo Switch, Xbox One e várias plataformas Playstation. Dê uma conferida!

Gran Turismo 4

O que seria do Playstation 1 sem Gran Turismo 1 e 2? Esses jogos praticamente iniciaram uma nova era de jogos de corrida realistas que vem até hoje. Como o primeiro console, o Playstation 2 também teve duas iterações deste jogo. Lançado junto com o console, Gran Turismo 3 pode parecer até pequeno perto da grandiosidade de Gran Turismo 2, mas o GT4 supera todos esses.

O jogo não apenas se contentou em ter os carros da época do lançamento, em 2004, mas também tinha carros que iam até o ano de 1886 e carros-conceito que deveriam ser lançados apenas por volta de 2022 (ou seja, algo que nem aconteceu ainda).

Gran Turismo 4, no total, conta com 706 carros de 80 montadoras diferentes, além de 51 pistas diferentes, que se transformam em um infinito número de desafios diferentes. Neste jogo, há as famosas corridas de resistência, que podem durar até um dia inteiro e que precisam de ALGUMAS pessoas para completar.

Os gráficos são fantásticos e GT4 é um dos 4 jogos de Playstation 2 capaz de rodar em 1080i. Os comandos são fáceis e realistas, fazendo com que seja muito divertido jogar este jogo, principalmente em grupo (apostar corrida com os amigos sempre foi muito legal).

A adição do modo B-Spec também é interessante, tornando-o comandante da equipe de corrida, ao invés de ser o corredor. Para o Playstation 2, GT4 foi o jogo de corrida definitivo – embora os jogos mais recentes acabem sendo melhores.

Metal Gear Solid 3: Snake Eater

Hideo Kojima sempre gostou de jogos com histórias complexas e que prendem o jogador. Neste quesito, podemos dizer que MGS3 é a sua principal obra, juntamente com o MGS1 de PS1. Com poucas diferenças no gameplay em comparação ao MGS2, que já falamos nesta lista, este jogo tem uma ambientação de época fantástica, te levando diretamente para 1964 no meio da guerra fria.

Você controla o espião americano Naked Snake, que posteriormente seria conhecido como Big Boss, em uma missão em território soviético, para resgatar um cientista que pediu asilo político. Nesta missão, você acaba descobrindo que sua tutora traiu os Estados Unidos, foi para o lado da União Soviética e está trabalhando com uma facção do exército para tomar o poder e declarar guerra. Com eles, uma espécie de tanque de guerra que dispara mísseis nucleares de qualquer terreno está sendo desenvolvida.

Muito do jogo se trata de sobrevivência na selva, o que remete ao título do jogo “Snake Eater” (Comedor de Cobras). Camuflagem é essencial para passar despercebido de seus inimigos e conseguir adentrar em território inimigo, derrotando a famosa Cobra Unit. A trilha sonora é espetacular (a música tema é até hoje tocada em sinfonias) e os gráficos são excelentes. Seria o melhor jogo de PS2, se não fosse por…

GTA: San Andreas

O MELHOR jogo de PS2 é Grand Theft Auto: San Andreas, sem NENHUMA dúvida. Bom, eu diria até mesmo que ele é o MELHOR jogo da história dos videogames, talvez competindo com alguma joia do Super Nintendo. É tudo fantástico neste jogo, que te leva a uma imersão sem precedentes em um videogame. Tudo começa no início da era PS2, com o lançamento de GTA 3, que levou o universo da bandidagem direto para o 3D para a primeira vez.

Esse primeiro jogo te levava para Liberty City, uma versão de Nova York no universo do GTA. Sua continuação direta, GTA: Vice City te levava para Vice City (jura?), que representava Miami. Quando San Andreas foi anunciado, todo mundo imaginou que ele levaria o jogador para uma versão de Los Angeles, certo? Errado.

Em GTA: San Andreas, o jogador entra na pele do gangster C.J para explorar três cidades inteiramente diferentes, Los Santos (a versão de Los Angeles), San Fierro (San Francisco) e Las Venturas (que é Las Vegas). O jogo conta também com uma grande parte rural, com cidadezinhas pequenas. Ou seja, San Andreas é um ESTADO fictício, não uma cidade. Los Santos seria reutilizada em GTA V:

A história é fantástica, os personagens são cativantes e muitos deles viraram meme até hoje (Big Smoke, por exemplo). O trabalho de voz é perfeito e conta com atores muito bons, como Samuel L. Jackson, que faz o papel do antagonista do jogo, um policial corrupto.

Há uma infinidade de missões paralelas para fazer e o seu jogo pode durar horas e horas e horas. É fantástico, completo, complexo e divertido. Repetindo o que eu já disse aqui: é o melhor jogo do PS2 e da história. Vale muito a pena jogar.