Nintendo Switch vale a pena? Não compre um antes de ler esse texto

Nintendo Switch: o mais novo videogame da empresa japonesa é um sucesso. Não apenas um sucessinho de leve, mas provavelmente o aparelho vai ser um definidor de geração! Na nossa opinião, o Switch é o MELHOR aparelho disponível para comprar no momento, deixando o Xbox One e o Playstation 4 no chinelo. Mas o que faz com que o Switch seja uma experiência tão fantástica? Vamos explicar para você!

É claro que o primeiro fator são os jogos da própria Nintendo, que é a MELHOR produtora de jogos do mundo há décadas e continua surpreendendo ano após ano. Os jogos para Switch já são muito bons, com nomes fortíssimos como Zelda e Mario sendo lançados no primeiro ano de console (e nenhum deles decepcionou não, são ambos fenomenais!).

Se continuar assim, o Switch tem tudo para ser considerado um dos melhores videogames já feito, ultrapassando lendas como o próprio Nintendinho e o Nintendo 64. Só não vai ser capaz de passar o melhor videogame de todos os tempos, o rei supremo no meu coração, Super Nintendo.

Portabilidade sensacional

O primeiro ponto que você precisa entender a respeito do Switch é que ele é um videogame “dois em um”, tanto possível de ser jogado na televisão quanto de ser levado para tudo quanto é canto. O que eu quero dizer com isso? Que você pode jogar todos os jogos que você quiser, onde você quiser! Eu conheço gente que usa quase que exclusivamente em apenas um dos dois jeitos: tanto como aparelho móvel quanto na televisão.

O meu não sai da plataforma de conexão com a TV, por exemplo. Um de meus melhores amigos diz que nunca nem se importou em colocá-lo na TV. São experiências muito distintas com o mesmo aparelho, o que é bem bacana. Contudo, a maior parte dos usuários usa dos dois jeitos, tanto na televisão quanto na rua. O que é ótimo para você, afinal, é como se você tivesse comprando 2 videogames pelo preço de apenas um.

Isso faz com que o aparelho seja uma excelente experiência em grupo: levar os controles para a casa dos amigos e fazer longas partidas de Mario Party, Mario Kart ou Super Smash Bros é mais fácil do que nunca. Existem várias capinhas para você carregar seu Switch e seus controles para a casa dos outros. Jogar se tornou uma experiência social muito mais forte com o Switch.

Além disso, isso ajuda a minimizar as brigas dentro de casa a respeito de quem vai “usar a TV”. Se seus pais, por exemplo, querem assistir alguma coisa e você quer jogar videogame, basta levantar seu videogame da base e levar para jogar em qualquer lugar que você quiser. Isso é bem legal para qualquer videogame e acaba fazendo você jogar muito mais.

Pontos fracos

É claro que o Nintendo Switch também tem seus pontos fracos, que, na minha opinião, não fazem com que o aparelho deixe de ser uma boa aquisição. Mas se você tem outras coisas na sua cabeça, talvez este não seja o videogame para você (e seja melhor você comprar um Xbox One ou um Playstation 4). Então pense bem antes de comprar um Switch.

Aqui, vou destacar dois problemas que ele possui: falta potência no videogame frente seus adversários mais potentes e ele não tem os principais aplicativos de entretenimento, que estão disponíveis para outros consoles. São dois pontos fracos que podem ser muito relevantes na hora de você fazer sua aquisição, então pense bem antes de fazer qualquer coisa, ok?

O primeiro problema que eu mencionei é que ele tem muito menos potência que seus rivais diretos, como o Xbox One X e o Playstation 4 Pro. Isso por um motivo simples: ele é um videogame híbrido, que não foi feito apenas para funcionar na televisão. Por conta disso, a Nintendo deu uma reduzida na potência, em nome da jogabilidade. Muitos dos jogos do Switch possuem gráficos mais “desenhados” que propriamente os gráficos super detalhados de seus rivais.

Isso acaba se mostrando mais relevante em jogos que são lançados para o Switch e para os outros consoles. Algumas empresas resolveram diminuir alguns modos em suas versões para o Switch. Pessoalmente, isso não é tão relevante assim: os melhores jogos do Switch, se não todos, são os exclusivos lançados pela própria Nintendo – ou seja, esse não é um problema muito relevante.

O segundo pode incomodar mais, se o Switch for o único videogame que você tiver. A Nintendo quis fazer uma máquina que fosse 100% focada em ser um videogame, e acabou cortando a contabilidade dos aplicativos como Netflix ou Prime Video. Isso não impede eles de serem lançados futuramente, e inclusive existe este papo há bastante tempo, então é capaz que este ponto fraco deixe de existir muito em breve.

Se isso não acontecer, tudo bem. Não é difícil fazer sua TV funcionar como uma SmartTV, o que elimina a necessidade desses aplicativos. Inclusive, fizemos um guia muito detalhado de suas alternativas para colocar Netflix (e similares) na sua televisão, que você pode ler aqui. Um spoiler: o método que mais gostamos é a utilização de um FireTV Stick, da Amazon.

Onde comprar?

Se você decidiu por comprar um Switch, eu te recomendo dar uma olhada na Amazon primeiro. Por lá, você vai encontrar o aparelho no melhor preço possível (basta clicar aqui), além de todos os acessórios e pequenas coisas que você precisa para ter uma boa experiência com o aparelho. Sairá por volta de R$ 2.200 ou R$ 2.600, a depender do que vem junto (existem pacotes que possuem jogos e apetrechos extras que podem lhe ser úteis, como cartões de memória).

Na própria Amazon você consegue encontrar coisas úteis como:

Película protetora para o aparelho (R$ 32)

Cartão de memória de 64 GB (R$ 110)

Volante (cerca de R$ 200)

Controle “Pro”, parecido com o de Xbox (R$ 500)

E até mesmo um “mini-arcade” (R$ 160)

Quais jogos comprar?

Comprando o aparelho, é bom também levar um jogo – já existem vários jogos sensacionais para o Switch, praticamente todos eles feitos pela própria Nintendo. Você pode levar todos eles ou escolher aquele te agrada mais. Abaixo, deixamos uma lista com os jogos mais relevantes do Nintendo Switch até agora (embora lembremos que vários grandes jogos deverão sair nos próximos meses, como Metroid Prime 4). Vale lembrar que um dos jogos mais populares da nossa época, Fortnite, é absolutamente gratuito na loja da Nintendo.

Aqui, você tem duas opções. Ou você compra a mídia física ou baixa diretamente da Loja da Nintendo. Eu prefiro a mídia física, pois ela economiza espaço no seu aparelho e você consegue comprá-la em lugares que parcelam (ao contrário da loja da Nintendo… acho que os japoneses ainda não entenderam o poder da mágica financeira que é parcelar coisas!). Abaixo, uma pequena resenha sobre cada um dos principais jogos do Switch. Spoiler: recomendo comprar todos.

Super Mario Odyssey

Nenhum videogame da Nintendo pode ficar sem um jogo de Mario para chamar de seu. O Switch não é exceção e o Super Mario Odyssey não desaponta. Não é a toa que ele vem sendo chamado de “melhor jogo de Mario desde Super Mario 64”: é um jogo muito balanceado, divertido, com ação e aventura o suficiente. Além disso, ele sabe mexer com uma certa nostalgia do usuário que é muito interessante, principalmente com as sessões em 2D.

De modo geral, esse é o melhor jogo de 2017. Você tem novas mecânicas muito interessantes com o chapéu do Mario e a história é surpreendentemente envolvente. O jogo levou um 10 da maior parte das revistas especializadas e ganha um 10 da gente também! Se você não tem ideia de que jogo comprar, compre esse e eu te garanto que você vai se divertir.

Legend of Zelda: Breath of the Wild

Outra franquia famosa da Nintendo é Legend of Zelda. Neste jogo, a Nintendo pegou os principais conceitos da série e os elevou! Você tem uma liberdade espetacular conforme caminha pelo mundo, resolvendo mistérios e batalhando com inimigos. O mundo é completamente aberto e você faz o que você quiser na hora que você quiser (contanto que você tenha habilidade para isso), o que é uma boa lembrança do primeiro jogo da série, ainda no Nintendinho.

O jogo, lançado juntamente com o Switch, é completamente imersivo e viciante, depois que você começar a explorar, não vai querer mais. Contudo, como consequência, às vezes você vai precisar olhar segredos na internet para continuar progredindo. É outro jogo que leva um 10 e, mais impressionantemente ainda, conseguiu vender mais unidades que o próprio videogame no começo de sua vida útil.

Super Smash Bros Ultimate

O melhor jogo de 2018 é esse jogo de luta da Nintendo. Aqui, vários personagens da Nintendo lutam uns contra os outros: Link contra Mario. Samus contra Donkey Kong. Yoshi contra Zelda. Fox contra Captain Falcon. Ganondorf contra Browser. Pikachu contra Pikmin. Mewtwo contra Kirby. O que sua imaginação mandar, você vai conseguir botar para lutar. Outros tantos personagens de outras empresas também estão no jogo, como Sonic, Mega Man, Snake, Ryu e Pac Man.

A novidade fica por conta do modo história, imersivo e gigantesco, com dezenas de horas de diversão garantidos. A dinâmica é a mesma de todos os jogos da série e é um excelente jogo de luta, capaz de entreter um número de amigos (dá para jogar até 8 pessoas simultaneamente). Até o momento, este provavelmente é o MELHOR jogo de Switch e deverá manter este posto por muito mais tempo. Vale MUITO a pena comprar esse jogo.

Mario Party

O clássico Mario Party, um jogo de tabuleiro com os personagens da franquia. É um jogo feito para se jogar em grupo e uma diversão garantida. A cada rodada, um minigame será sua oportunidade de derrotar seus amigos e ganhar moedas. No final, o objetivo é trocar essas moedas por estrelas (quem tiver mais no final, ganha).

Esse jogo é necessário na sua coleção se você tem o costume de receber os amigos em casa para jogar (e mesmo assim, apenas uma cópia é necessária no grupo). Se este é o seu caso, é a melhor diversão que você terá provavelmente com um jogo de Switch. Leva uma nota 7.

Mario Kart 8 Deluxe

Este Mario Kart originalmente saiu para Wii U, o antecessor fracassado do Switch. Só que a Nintendo fez um jogo tão bom que resolveram lançar ele para Switch também, com algumas melhorias. É um clássico, um jogo muito bom e que traz muita diversão ao ser jogado em grupos ou online. Nota 7.

Pokémon Let’s Go

Por fim, guardamos um dos jogos mais interessantes lançados para o Switch recentemente: Pokémon Let’s Go Pikachu e Pokémon Let’s Go Eevee. Ambos os jogos são remakes do antigo Pokémon Yellow, lançado para Game Boy em 1998. É uma experiência nostálgica fantástica, conforme você caça os primeiros 151 monstrinhos (igual fazia 20 anos atrás).

Há várias inovações interessantes: o sistema de batalha com pokémons selvagens mudou para um estilo de captura parecido com o fantástico Pokémon GO e você pode andar nos seus bichinhos pela região de Kanto. É uma releitura moderna dos jogos clássicos de Pokémon. Cada versão possui alguns monstrinhos exclusivos. Escolha a tua, deixe seu amigo escolher a deles e embarque nesta jornada Pokémon para capturar todos!