Netflix na TV: como fazer da maneira mais fácil

Embora a maioria dos brasileiros assistam Netflix em seus celulares (principalmente no transporte público), não há como negar que o melhor jeito de assistir é na sua televisão! Mas como colocar o Netflix na TV da melhor maneira possível?

Aqui vamos falar de algumas maneiras de colocar, inclusive aquela que é a minha favorita, que é usar um Fire TV Stick, produto sensacional da Amazon. Já escrevi se vale a pena ou não ter um Fire TV Stick e a conclusão que eu cheguei na época é que vale muito a pena, sim! Então dá uma lida e pensa um pouco, e se for o caso, compra e se junte a nós!

As outras alternativas também são boas, mas possivelmente mais caras ou incômodas. Vamos falar de cada uma delas, para que você tome a melhor decisão possível:

Notebook na TV com HDMI

A primeira saída de todas é conectar seu notebook diretamente na TV com um cabo HDMI. Isso considerando que seu notebook tem suporte a HDMI, obviamente. A grande maioria dos computadores mais novos possuem isso, então não deverá ser muito difícil de encontrar.

Essa é a solução mais fácil para colocar seu Netflix na TV e tem um funcionamento bem legal também, já que o site da Netflix é muito bem programado e conta com poucos bugs, o que deve fazer a experiência de assistir ali bem fácil. De resto, é uma configuração muito simples de se fazer, já que a maioria dos notebooks reconhece automaticamente a televisão como uma segunda tela – embora, muitas vezes, ele simplesmente espelhe uma na outra.

Tudo isso é facilmente resolvível, basta mexer nas configurações de tela de seu notebook. Um bom cabo HDMI não custa mais de 25 reais, o que torna essa solução muito barata. Tem alguns inconvenientes, como ter que ficar colocando e tirando o cabo de seu notebook, ter de mexer no Netflix diretamente no computador e não poder usar o controle remoto.

É uma boa forma de resolver esse problema, mas ela é um pouco “tapa-buraco” na minha opinião – há opções melhores, embora naturalmente mais caras também. Talvez você possa usá-la se você vê pouco Netflix ou se ninguém usa o notebook, mas se o uso de ambos é intenso, talvez seja melhor arranjar um Fire TV Stick ou um videogame.

Nota: 7/10

Smart TV

A opção favorita de muita gente é simplesmente comprar uma Smart TV, que é a alternativa mais cara de todas e que, honestamente, não compensa. No momento, o aplicativo da Netflix é inacreditavelmente bugado (ou seja, apresenta diversos problemas) na maioria das Smart TVs que existem – não sei se por má programação, incompatibilidade ou falta de poder de processamento das TVs mesmo -, o que torna a experiência um tanto quanto frustrante. O que tem acontecido bastante é o aplicativo travar e não permitir voltar ou pausar, ou até mesmo colocar legenda – algo que acontece nas televisões da Samsung, que estão entre as mais bem conceituadas.

Considerando que você paga mais de R$ 1.000 em uma televisão dessas – no mínimo e se ela for bem pequena -, me parece extremamente irritante que ela tenha esse tipo de problema. Mesmo assim, é uma opção interessante, já que ela é literalmente a mais fácil de todas e você ainda passa a controlar o Netflix diretamente do controle remoto. O que estraga mesmo é a má qualidade dos aplicativos feitos para TV – muitas vezes já tive que desistir, colocar o Notebook no HDMI e começar a assistir o Netflix por lá, desistindo totalmente da TV.

Se você ainda não tem uma Smart TV, não compre uma – atualmente é um desperdício de dinheiro comprar uma só por ela ser smart! Existem várias alternativas melhores do que ter uma Smart TV. Por exemplo, você pode arranjar um aparelho que transforme sua antiga televisão em uma, o que vai acabar saindo muito mais em conta do que uma televisão nova. Tudo que você precisa é de uma saída HDMI na sua televisão antiga.

Nota: 5/10

Videogame

A primeira opção de aparelho capaz de transformar sua televisão em uma Smart TV é um videogame, como Playstation 4 ou Xbox One, ou até mesmo os aparelhos mais antigos como Playstation 3, Wii, Wii U e Xbox 360. Todos eles possuem o aplicativo, fácil de usar e sem muitos problemas. Entre as opções mais populares do mercado, apenas o Nintendo Switch (ainda) não tem o aplicativo – o que é uma pena.

Uma vantagem de usar o videogame é que você passa a poder usar o controle para pausar, acelerar e controlar os vídeos que você assiste no Netflix, como se fosse um controle remoto de televisão, o que ajuda muito (é um belo diferencial frente colocar um HDMI no notebook, não é mesmo?).

O grande problema, porém, passa a ser que ele não foi feito para isso – e algumas questões podem surgir. O Xbox 360, por exemplo, me desconectava do Netflix direto por conta da minha conta na Live, enquanto os videogames da Nintendo não atingiam a qualidade máxima que a minha conta do Netflix me oferecia. O Xbox One e os Playstations nunca deram problema.

Em suma, é uma boa opção, quase a melhor disponível. Comprar um aparelho de videogame por conta da Netflix também é extremamente inviável, já que os mais novos custam mais de R$ 2.000 – mas se você já tiver um em casa, é uma das melhores opções que existem para transformar uma TV comum em smart e conseguir assistir Netflix na TV. Há de se ressaltar, porém, que as empresas não possuem o Brasil como prioridade, portanto, alguns aplicativos estão indisponíveis para a maioria dos aparelhos de videogame.

De todos, acredito que a empresa que tem a melhor oferta é a Microsoft, através do Xbox One S, que você encontra por cerca de R$ 1.299 na Amazon, com um TB de armazenamento. Ou seja, você vai ter espaço de sobre para assistir todos seus filmes e séries e jogar um FIFA, Fortnite ou até mesmo um PUBG, jogos consagrados e disponíveis para o console. Contudo, não vale a pena se for só para assistir Netflix.

Nota: 8/10

Conversor da operadora de TV

Uma outra opção para assistir Netflix é usar diretamente o decoder da sua TV a cabo, ou seja, o aparelho que eles deixaram na sua casa quando instalaram a TV a cabo. Todas as grandes companhias de conteúdo por cabo oferecem isso, como NET, Vivo e Oi. A TIM só oferece os canais digitais, mas tem um pacote para celular que já conta com Netflix (o que é bom para assistir quando você estiver no metrô, no ônibus ou qualquer outro transporte público). Ah, o Netflix não vem no pacote das TVs não, viu? Você precisa assinar por fora.

Essa aqui é uma boa opção, mas apenas para ver Netflix – ninguém oferece nenhum outro serviço de streaming ou aplicativo similar, coisa que automaticamente a torna uma opção mais limitada que o FireTV Stick ou um simples computador com HDMI. Eu pessoalmente não gosto, principalmente pelo fato de que isso te obriga a ter uma televisão a cabo, o que nem sempre é uma boa ideia para o consumidor.

No caso da Vivo, o sinal é excelente, quase nunca trava. Contudo, há histórias de que ela acaba travando todo o sistema da Vivo, congelando o sinal e obrigando o desligamento completo do sistema por 10 segundos para retornar ao normal. O que é um problema que irrita ao longo do tempo, principalmente conforme vai ocorrendo vez após vez. Mas a qualidade é boa e isso acaba compensando.

Já a Net… ah, a Net. Não é sem motivos que ela é a pior empresa do Brasil, não é mesmo? Vamos começar pelo fato de que essa opção só está disponível para os pacotes mais caros da empresa, o que é um contrasenso. Parece que eles estão mais interessados em vender filmes no NET Now do que em te proporcionar uma boa experiência como usuário. Além disso, mais reclamações sobre a qualidade do sinal da NET chegaram ao meu ouvido do que sobre a Vivo (o que não torna a Vivo uma boa opção).

A maior vantagem de ter um pacote de TV por assinatura é que, muitas vezes, você não vai encontrar o filme ou série desejado no Netflix. Com um pacote de TV por assinatura, isso lhe dá acesso ao serviço on-demand deles, que pode ter uma variedade maior, contando aí com uma possibilidade de achar o que você está interessado. O preço depende de uma série de fatores, mas pode ser gratuito ou custar até mais de R$ 20.

No mais, essa é uma opção relativamente simples, mas que não oferece muito mais do que isso. Talvez compense caso você já tenha um pacote de TV por assinatura, mas não exclusivamente para colocar Netflix na sua TV.

Nota 5/10

Fire TV Stick (ou Chromecast)

A melhor opção para mim, porém, é comprar um aparelho que transforma sua TV em uma Smart TV. Você tem quatro opções. Fire TV Stick, Chromecast, Apple TV e Roku – mas você elimina os últimos dois, por serem muito caros (Apple TV) ou não tem muita utilidade no Brasil (Roku). A disputa passa a ser entre o Fire TV Stick, da Amazon, e o Chromecast, do Google. Ambos são excelentes opções, mas um deles acaba vencendo no final.

Na minha opinião, esse é o caso do Fire TV Stick – que custa cerca de R$ 289 (e pode ser parcelado em 12 vezes). Você só precisa conectá-lo na TV e na energia, colocá-lo na rede Wi-Fi e ele já está funcionando, com um aplicativo da Netflix completamente sem bugs e outros vários aplicativos, jogos e serviços de streaming (o Prime Video, da própria Amazon, é muito bom!).

O Chromecast também funciona desta maneira e também é muito bom, custando mais ou menos a mesma coisa que o rival, mas vendido em lojas como Magazine Luiza, Lojas Americanas, etc… basta procurar no Google que você vai achar.

A diferença dos dois é que o Chromecast é 100% controlado pelo seu celular, enquanto o Fire TV Stick tem um controle remoto próprio! Parece besteira, mas isso é muito útil para quem quer assistir Netflix despreocupado por horas e horas. Só tome cuidado para não perder o controle remoto, pois um novo custa cerca de R$ 70. Recomendo muito a compra, que vai ser a melhor maneira de deixar seu Netflix na TV, além de outros serviços também. Boa compra!

Nota 10/10