Qual é a melhor rede de farmácias do Brasil? Uma que só tem em Belo Horizonte

Qual é a melhor rede de farmácias do Brasil? A resposta está sempre na ponta da minha língua: Araujo. Sim, a rede de Belo Horizonte é a melhor de todas. Bom, o título diz que ela só está em Belo Horizonte, mas isso é uma meia-verdade… primeiro, a Araujo está praticamente em toda a zona metropolitana de Belo Horizonte, em cidades como Contagem, Nova Lima e Lagoa Santa, e algumas outras localidades mineiras – como Juiz de Fora e Divinópolis.

Só que isso é muito pouco para a melhor rede de farmácias do Brasil! Eu falo sério! Ela é muito melhor do que os concorrentes. É uma experiência de primeiro mundo, enquanto a maioria das farmácias é chata e sem graça, com diversos produtos disponíveis para compra, igualzinho as farmácias dos Estados Unidos, onde é possível encontrar de TUDO numa farmácia (e ela funciona também como um mercado de bairro).

Os diferenciais da Araujo

Mas o que torna a Araujo tão melhor que as outras? Existem dois diferenciais que para mim fazem ela ser muito melhor:

  • A disponibilidade das lojas
  • A variedade de produtos disponível em cada uma delas

Eu não a chamaria de melhor rede de farmácias do Brasil se um desses dois diferenciais não existisse – qualquer um dos dois é facilmente igualável pelas outras redes que existem, principalmente fora da terra natal deles (Belo Horizonte), onde tudo é mais fácil para eles (naturalmente). Esses dois diferenciais juntos, porém, fazem uma GRANDE diferença para a Araujo na minha opinião.

Araujo em todo canto e 24 horas

Vamos começar pela disponibilidade de lojas. Em Belo Horizonte, todo canto você encontra uma Araujo. Todo canto mesmo. São quase 100 lojas para uma cidade de 2,5 milhões de habitantes. Isso é BASTANTE, cerca de 1 loja para cada 25 mil habitantes, o que significa várias lojas na mesma região (só no famoso bairro da Savassi, são 8 lojas atualmente). Cada um dos bairros mais importantes e centrais de Belo Horizonte possuem várias lojas. Dificilmente você anda pelas regiões centrais sem encontrar uma para satisfazer suas necessidades do momento.

Para completar, boa parte dessas lojas, cerca de 25, estão abertas 24 horas. Quer dizer que você vai poder comprar o que você precisa em qualquer horário do dia, qualquer dia da semana. É muito ruim não ter onde fazer compras depois das 22 horas, principalmente se você está procurando medicamentos (que é o principal produto de qualquer farmácia, mas vamos falar sobre isso mais para frente). Para facilitar ainda mais, algumas lojas contam com drive-thru, o que aumenta ainda mais a conveniência e você nem precisa sair do carro para realizar a compra.

Se não bastasse ter lojas em todos os cantos e várias delas funcionando o tempo todo, a Araujo tem o único delivery de medicamentos que eu já vi funcionar direito, o que é muito útil se você tem uma enfermidade e não quer sair de casa nem para comprar remédio. Esse delivery é 24 horas e entrega muito rápido na cidade de Belo Horizonte, um verdadeiro salva-tempo feito pela empresa. Ah, gostaria de dizer que eles possuem telemarketing desde 1963, o que é um dos primeiros do Brasil (se não for o primeiro de verdade).

Uma farmácia… ou uma loja de conveniência?

A parte que mais me interessa na Araujo é que a experiência lá é completamente diferente de 99% de todas as farmácias do Brasil: a Araujo é uma verdadeira loja de conveniência, um mini-mercado, com várias coisas que fogem do tradicional de uma simples “drogaria”. Vamos contar uma historinha: em 1990, a Araujo, querendo se destacar da concorrência, enviou 59 funcionários para a Universidade da Flórida estudar o mercado varejista farmacêutico americano.

Se você já foi aos Estados Unidos e entrou em uma farmácia, percebeu que as farmácias de lá são completamente diferentes das farmácias daqui. A Araujo percebeu isso e resolveu ser mais como as gringas, como CVS e Walgreens, e menos como as nacionais, como Raia e Drogasil. Quer dizer que eles vendem coisas impensáveis em drogarias aqui: refrigerante, comida congelada (até as que não são saudáveis), revistas e jornais. Praticamente, tudo que você precisa de um mini-mercado. Por isso mesmo, a loja faz muito mais daquelas vendas de ocasião (como um transeunte com sede que busca um refrigerante para se refrescar) que as concorrentes.

Fora a quantidade de serviços que a Araujo tem e que as rivais não possuem. É possível você imprimir fotos digitais lá dentro, coisa que você não encontra em outras farmácias aqui no Brasil – mas em todas as “drugstores” americanas, lá está o cantinho da foto. Por conta disso mesmo, a Arauújo colocou nas farmácias brasileiras. Você também consegue fazer coisas como pagar contas e recarregar seu celular dentro das drogarias Araujo. Tem também os serviços ligados ao mercado de saúde: aplicação de vacinas, testes diversos (glicemia, colesterol, etc) e controle de diabetes e outros hábitos mais saudáveis.

Expansão?

Araujo em São Paulo. Isso é uma coisa que eu SEMPRE quis ver. Aqui nesta cidade só tem Droga Raia e Drogasil praticamente. E não é nem que eu acho que elas são ruins – simplesmente é outro estilo de farmácia, sem seguir o padrão americano. 9 a cada 10 das minhas idas em farmácias em São Paulo são para comprar medicamentos (a outra usualmente é para comprar água). Em Belo Horizonte, 9 a cada 10 das minhas idas em farmácias eram para comprar outras coisas. Aqui, não tenho lugar nenhum para fazer isso.

Uma Araujo funciona muito mais como um mini-mercado que uma farmácia para muita gente, então o mercado claramente existe. Seria muito bom se os executivos da empresa entendessem que vale a pena “testar as águas” e tentar a vida em São Paulo (e eventualmente no resto do Brasil). Atualmente a empresa está tentando expandir no interior de Minas, onde há muito menos competição e deve ser muito mais fácil por conta da concentração das operações em Belo Horizonte.

Mas, me resta sonhar. Se um dia a empresa resolver abrir filiais em São Paulo, eu certamente serei um cliente fiel da farmácia e indicarei para todos que conheço. Afinal, a Araujo é a melhor rede de farmácias do Brasil!